Estudantes e Donas de casa

“Ô-vida, meu Deus. Pior é que eu já perdi a inocência para os partidos,
então quando falam em ‘os estudantes‘ ou ‘as donas de casa‘ eu saio no meio do discurso,
sejam quem for, porque não acredito que a humanidade se salvará por uma de suas classes.
Não quero ser governada por operários enfatuados, deslumbrados por terem a chave do cofre.
Quero que me governe um homem bom e justo, que cuide para que chegando a noite
todo mundo vá dormir cedo e cansado com tanto trabalho que tinha pra fazer e foi feito.
Nem me importa se quem manda é rei vindo em linha direta de Salomão…“ Adélia Prado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s