Um olhar sobre a utopia – Eduardo Galeano

Ela sempre está onde está o horizonte
Se me aproximo dois passos,
Ela avança dois passos.
Se caminho dez passos,
Ela se apressa em deslocar-se dez passos mais adiante.
Mesmo que eu continue caminhando
Não consigo alcançá-la jamais.
Então, para que serve a utopia?
Só para isto, nada mais.
Para caminhar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s