A vida por um fio

Cultive amor onde quer que haja dor. Mas acredite que a você foi dado a vida, porque você é forte o suficiente para vive-la.

Viver sem medo e sem expectativas fantásticas. Tudo na vida tem seu tempo. Observe as manifestações ao seu redor e deixa ir-se.

Não prometa, tenta ser. Não lamenta, procura compreender. Além do que somos, do que pensamos, do que queremos há uma infinidade de outras considerações. Não somos o centro de tudo.

Se temos paz interior o mundo físico pode ser relativo; se estamos aprendendo a controlar a ira, a vaidade, o desamor, estamos construindo fortaleza na alma. E para manter o equilíbrio é necessário não esticar nem afrouxar por demais o fio que sustenta a vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s